Conheça os tratamentos adequados para os problemas vasculares periféricos

Muitas doenças vasculares são relativamente comuns, porém existem formas de regredir alguns quadros e evitar que os problemas vasculares periféricos se tornem doenças mais graves.

Um dos problemas vasculares periféricos mais comum são as varizes. Segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular Regional de São Paulo, estudos internacionais apontam que cerca de 3 a 11% das pessoas com quadro de varizes chegam a estágios mais avançados da doença, o que provoca alterações irreversíveis na região afetada.

Conheça mais sobre os tipos, causas, sintomas e tratamentos adequados para os problemas vasculares periféricos (DVP).

O que são e o que causam os principais problemas vasculares periféricos?

Assim como os problemas mais comuns, como as varizes, as doenças vasculares são causadas pela alteração na parede dos vasos e podem atingir o corpo todo, desde os órgãos internos até os membros (pernas e braços). Os problemas vasculares periféricos mais comuns são:

  • Aneurisma
  • Varizes
  • Trombose Venosa
  • Pé Diabético
  • Doença arterial periférica

Apesar de o tema ser bastante estudado nos meios acadêmicos e existirem muitas teorias a respeito do que origina tais distúrbios, ainda não há um consenso sobre suas principais causas. Porém, existem alguns fatores de risco que facilitam o desenvolvimento e o agravamento das doenças. Alguns fatores são passíveis de mudanças, outros não. Veja a seguir os principais:

  • Tendência hereditária
  • Obesidade
  • Gravidez
  • Sedentarismo
  • Ficar muito tempo de pé
  • Uso de anticoncepcionais
  • Idade avançada
  • Tabagismo
  • Entre outras

Quais são as terapias, exames e tratamentos existentes?

Primeiramente, uma mudança de hábitos pode ajudar. Quem segue um padrão de alimentação saudável e se exercita, tem mais qualidade de vida e, consequentemente, menos chances de sofrer com os distúrbios vasculares.

Os tratamentos de doenças mais sérias podem ser feitos por meio de intervenções cirúrgicas, mas para analisar e diagnosticar, além de uma boa anamnese e avaliação física, os especialistas necessitam em alguns casos, de exames como, por exemplo, o ecodoppler vascular, a angiotomografia, a angioressonância e a Angiografia.

Para tratar das varizes, existem alguns procedimentos avançados, como a Escleroterapia, a Escleroterapia por Espuma Densa e o Tratamento a Laser.

Procure um especialista

Ao perceber a ocorrência dos principais sintomas das varizes e dos problemas vasculares periféricos como dor e inchaço nos membros inferiores e superiores, câimbras constantes, veias com coloração azulada, dormência e formigamento na região das pernas, procure a Dra. Fernanda Mescolin. Entre em contato e agende uma consulta!