O que é aneurisma de aorta? Conheça os sintomas e prevenções

A aorta é o principal vaso sanguíneo que leva o sangue para o corpo. Um aneurisma da aorta torácica, que também pode ser chamado de aneurisma torácico, pode levar a uma ruptura na parede da artéria (dissecção) que pode causar sangramento, inclusive com risco de morte.

Dependendo da causa, tamanho e taxa de crescimento de um aneurisma da aorta torácica, o tratamento pode variar e até pode surgir a necessidade de uma cirurgia de emergência. Porém, idealmente, a cirurgia para um aneurisma da aorta torácica deve ser planejada com antecipação pelo profissional da área (cirurgião vascular).

Por isso mesmo, é imprescindível que o alargamento da artéria seja detectado com antecedência. Nossa dica para que você  esteja sempre ciente de sua condição é fazer um check-up vascular, para analisar a situação da sua saúde vascular.

Confira os principais sintomas e fique sempre atento aos sinais!

Aneurismas da aorta torácica geralmente crescem lentamente e sem sintomas, dificultando sua detecção. Alguns aneurismas nunca se rompem. Muitos começam pequenos e permanecem assim, embora muitos aumentem com o tempo. É difícil prever a rapidez com que um aneurisma aórtico pode crescer.

À medida que um aneurisma da aorta torácica cresce, algumas pessoas podem notar:

  • Dor no peito
  • Dor nas costas
  • Rouquidão
  • Tosse
  • Falta de ar

Aneurismas da aorta podem se desenvolver em qualquer lugar ao longo da aorta, que vai do coração até o abdômen. Quando ocorrem no tórax, são chamados de aneurismas da aorta torácica, podendo ocorrer na aorta ascendente, perto do coração, ou no arco aórtico, e até na parte inferior da aorta torácica.

Quando devo ver um médico?

A maioria das pessoas com aneurisma da aorta não apresenta sintomas a menos que ocorra uma dissecção ou ruptura. Ruptura ou dissecção constituem uma emergência médica. Caso apresente um dos seguintes sintomas procure assistência médica imediata em um pronto-socorro:

  • Dor súbita e aguda na parte superior das costas que irradia para baixo
  • Dor no peito, mandíbula, pescoço ou braços
  • Dificuldade ao respirar

Se você tem um histórico familiar de aneurisma da aorta, síndrome de Marfan ou outra doença do tecido conjuntivo, ou válvula aórtica bicúspide, seu médico pode recomendar exames regulares de ultrassonografia ou radiologia, como tomografia computadorizada (TC) ou exames de ressonância magnética (RM) para descartar a existência de aneurisma da aorta.

Procure um profissional e faça sempre um check-up

A Doutora Fernanda Mescolin é angiologista e especialista em Cirurgia Vascular e Endovascular pela Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular. Se você desconfia que tem ou apresenta um desses sintomas, marque uma consulta.

É conhecida por ser adepta de intervenções minimamente invasivas e tratamentos que permitem uma recuperação rápida.

Vamos analisar o seu caso e indicar o melhor tratamento, pois quando o assunto é saúde, você merece o melhor.